Minas On-line
Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais - FHEMIG

Maternidade Odete Valadares discute o futuro dos Bancos de Leite na 20ª Semana Mundial de Aleitamento Materno

ImprimirE-mail

Maternidade Odete Valadares

Há duas décadas, mais de 120 países em todo o mundo, entre eles o Brasil, se reúnem na primeira semana de agosto em torno de uma causa em comum: promover o aleitamento materno e melhorar a saúde de crianças menores de cinco anos de idade.


Este ano, em território nacional, a campanha tem como tema “Amamentar hoje é pensar no futuro”. Referência estadual, em atuação há 25 anos, o Banco de Leite Humano da Maternidade Odete Valadares (BLH/MOV), da Rede Fhemig, promove, a partir das 14 horas desta sexta-feira, 03, a palestra “Compreendendo o Passado - Planejando o Futuro: Celebrando 10 anos da Estratégia Global para Alimentação do Lactente e da Criança Pequena”.

Passado e futuro

Realizada pela coordenadora do BLH/MOV, Maria Hercília de Castro Barbosa, a palestra tem o objetivo de traçar um perfil histórico da Semana Mundial, bem como estimular os profissionais da maternidade a pensarem, de maneira cooperativa, caminhos para a trajetória futura dos projetos que têm como foco principal o incentivo à amamentação e a promoção da saúde das crianças, não somente no âmbito da Fhemig, como também em todo o Estado de Minas Gerais. “Estamos revendo as conquistas dos dez anos da estratégia global que foi adotada pela OMS e UNICEF. A estratégia é essencial para aumentar os índices de aleitamento materno e para reduzir a mortalidade infantil em dois terços”, observa Hercília Barbosa.

Ainda de acordo com a coordenadora do Banco de Leite, também será mostrado à comunidade de profissionais e usuários da maternidade como o BLH/MOV, ao longo de sua trajetória, contribui para a melhoria dos índices de aleitamento materno em Minas Gerais, ao promover e capacitar profissionais de saúde através do curso de manejo da amamentação, processamento e controle de qualidade do leite humano.

Do mesmo modo, tal melhoria decorre das ações de apoio e incentivo às mães que buscam o BLH e a MOV para receberem informações sobre aleitamento e gestação segura; através do encaminhamento dessas mulheres para grupos de apoio em amamentação pós-alta hospitalar. As campanhas públicas promovidas em parques e praças contribuem, igualmente, para a conscientização de possíveis doadoras.

Prevalência

Segundo dados da última pesquisa de prevalência de aleitamento materno realizada nas capitais brasileiras, ao longo de três décadas (desde 1980), os índices de aleitamento materno exclusivo passaram de 7% para 41%. Apesar do expressivo crescimento, tais números ainda se encontram aquém do desejável. A taxa global é ainda mais preocupante, corresponde a apenas 37% nos primeiros seis meses de vida do bebê.

Conquistas nacionais

Nos últimos dez anos, o Brasil realizou significativas conquistas como a criação dos hospitais amigos da criança, a expansão da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, a capacitação dos profissionais da saúde, a redução da mortalidade infantil em 47%, em decorrência das políticas públicas que têm como foco a família, a gestante e a criança.

Cultura da doação

No entanto, são recorrentes os problemas de desabastecimento dos Bancos de Leite, uma vez que os estoques sofrem com a grande variabilidade da oferta. Embora haja um considerável aporte de doações durante as campanhas de incentivo à doação, não se verifica, ainda, o estabelecimento de uma cultura de doação. Nesse contexto, os profissionais de saúde adquirem um papel de promotores do hábito, na medida em que as informações dadas às mães influenciam a forma como elas irão se comportar em relação à amamentação.

Para incentivar e facilitar a doação, o Banco de Leite da Maternidade Odete Valadares realiza a coleta em domicílio, mediante agendamento prévio. Além disso, o setor também oferece orientações às mães que apresentam alguma dificuldade em relação à prática da amamentação. Assim, para agendamento ou orientações, basta ligar: (31) 3298-6008 ou (31)3337-5678.

Centros de referência

Os 27 Centros de Referência Nacionais, entre eles o BLH da MOV, integram a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano que é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde como a maior e mais complexa do mundo. São 203 bancos de leite e 106 postos de coleta em todo o país. Inclusive, a “tecnologia” dos BLH brasileiros é exportada para 23 países.

FHEMIG|
Alameda Vereador Álvaro Celso, 100 - CEP 30.150-260 - Santa Efigênia -
Telefones de Contato